Um país, muitos voluntários: conheça cinco iniciativas que marcam as regiões brasileiras

29/07/2018 19:08

Em 28 de agosto, se comemora o Dia Nacional do Voluntariado. A data foi instituída pela Lei 7.352, de 1985, para reconhecer o esforço de milhares de pessoas que se dedicam a uma prática que não para de crescer — segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017 7,4 milhões de brasileiros dedicaram algum tempo de sua vida para fazer o bem, 840 mil a mais que no ano anterior.

Os voluntários estão espalhados por todo o território nacional e sua atuação reflete a diversidade dos quatro cantos do país. Por isso, de leste a oeste, norte a sul, separamos cinco iniciativas — uma por região — para inspirar você e sua equipe de trabalho e/ou de amigos a continuarem colocando a mão na massa por uma nação melhor, diversa, mas integrada por boas intenções e reponsabilidade social, independente de onde esteja.

Dê uma olhada e depois conte, aqui no portal, que ações vocês estão planejando para comemorar o Dia Nacional do Voluntariado.

 

  • Sudeste

Fonte: Engenheiros sem Fronteiras

Os maiores centros urbanos do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro, estão nessa região. Infelizmente, eles carregam grandes problemas, como crescimento desordenado e falta de infraestrutura básica. E, sendo assim, muitos voluntários escolhem justamente atuar se dedicando a melhorar as condições de moradia e de infraestrutura das periferias– onde em geral se concentram as maiores  dificuldades.

Um exemplo de voluntariado em infraestrutura nas metrópoles é a ONG Engenheiros Sem Fronteiras.  Na capital paulista, 50 voluntários construíram, no ano passado, cisternas para captar água da chuva em duas escolas municipais — uma boa solução para tempos de seca e para economizar recursos. A equipe também usou seus conhecimentos técnicos para reformar espaços da Casa de David, instituição que abriga e cuida de pessoas com deficiência física, intelectual e autismo.

 

  • Nordeste

Fonte: Voluntários do Sertão

Um dos grandes problemas do nordeste brasileiro há anos é a falta de chuva no interior. A ausência de água agrava questões de básicas de saúde. Pensando nisso, a Voluntários do Sertão, fundada em 2000, realiza ações em cidades do sertão baiano, com visitas de médicos e educadores, todos voluntários, para tentar melhorar a vida dos moradores. De 28 de abril a 6 de maio, cerca de 350 pessoas se dirigiram ao município de Santaluz, no nordeste da boa terra, para realizar milhares de atendimentos médicos, jurídicos e educacionais.

 

  • Norte

Fonte: Saúde e Alegria

Quando se fala no Norte do Brasil, a maioria das pessoas pensa logo na Amazônia. A grande floresta guarda grandes riquezas e é fundamental para o clima e para a sobrevivência de milhares de pessoas. Algumas, no entanto, estão afastadas dos serviços públicos de saúde e educação, por exemplo. A ONG Saúde e Alegria mostra que é possível levar ensinamentos, diversão e medicina a comunidades ribeirinhas do Pará. É nas localidades próximas a Santarém que a instituição e seus voluntários fazem atividades lúdicas e de saúde e educação, chegando com barcos, vestidos de palhaços – o circo mocorongo é muito apreciado na região. Também fazem pequenas obras onde necessário.

 

  • Sul

A cultura de andar a cavalo pelos pampas inspirou um projeto bem legal, do Centro de Tradições Gaúchas de Vera Cruz, no interior do Rio Grande do Sul. Com a ajuda de pedagogos e médicos, os voluntários utilizam os equinos como ferramentas para tratar pacientes com diversas patologias, como deficiência visual, síndrome de down e autismo.

A iniciativa rendeu até um documentário!

 

  • Centro-Oeste

No meio do Brasil, onde é produzida grande parte dos bens agrícolas que consumimos, a preservação da natureza constitui um desafio. Terra de grandes biomas, como o Cerrado e a Amazônia, o Centro-Oeste por vezes sofre com incêndios e desmates não autorizados. Uma das formas de combater isso é melhorando o uso das unidades de conservação que buscam manter a vegetação em pé ao mesmo tempo em que  fomentam a interação das pessoas com a natureza. E para isso, quem melhor que voluntários?

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão ambiental do governo, tem programas de voluntariado em diversas unidades, como a do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Neles, estudantes e profissionais ajudam turistas a conhecer a região, apontando sua importância e suas belezas naturais. Em troca de trabalho, os voluntários recebem abrigo, alimentação, uniformes e, claro, muito aprendizado.

Confira o vídeo dos voluntários:

 

Caso não consiga visualizar, clique aqui.

 

E você, o que faz em sua região? Que projeto legal conhece em seu bairro, cidade, estado ou região? 

E parabéns pelo seu dia! Estamos construindo um Brasil melhor e mais solidário a cada iniciativa da qual fazemos parte!