Virada sustentável: 4 ações inspiradoras

08/09/2015 11:25

De 26 a 30 de agosto, a cidade de São Paulo realizou a quinta edição da Virada Sustentável. Foram várias palestras, shows, exposições, feiras de produtos orgânicos, exibição de filmes e muitas atividades ao ar livre, tudo para valorizar ações contra as mudanças climáticas, a favor do direito à água e à mobilidade urbana, entre outros assuntos que visam a um mundo melhor.

Ao todo, foram 800 atrações, mas destacamos algumas que podem inspirar atividades para fazer da sua empresa e do seu bairro lugares mais sustentáveis.

 

Um dia sem carne

Alguns eventos da Virada Sustentável, como a feira vegana do Largo da Batata, lembraram que se diminuirmos um pouco o consumo de carne, o planeta pode ficar mais sustentável. A ideia não é parar de comer, mas ficar ao menos um dia sem algum tipo de proteína animal. Isso porque a produção de carne resulta em ocupação de terras, produção de gases poluentes e, algumas vezes, em más condições de trabalho, além de demandar um grande consumo de água. Segundo a organização internacional Meatless Monday (“Segunda-feira sem carne”) ao adotar uma dieta vegetariana, o consumo de água por pessoa, por exemplo, cai 58%, dada a grande quantidade de líquido necessária para produzir carne. Vale ou não fazer um esforço?

 

Oficina de EcoBags

Nos dias 29 e 30 de agosto, o Parque do Ibirapuera recebeu oficinas de confecção de sacolas retornáveis a partir de roupas antigas, como camisetas e fronhas. A iniciativa é interessante para que diminuamos a quantidade de plástico utilizada no dia a dia. A ideia foi da ONG Joia de Casa, que promove ações de reciclagem, ensinando as pessoas a reaproveitarem o que jogariam fora. Veja na imagem como pode ficar bonito.

 

Bicicletada

Cada vez mais as pessoas se convencem de que a bicicleta pode ser mais que um meio de lazer, para se transformar em um meio de transporte cotidiano. O pessoal da ONG “Vá de Bike” promoveu uma “caça ao tesouro” em plena Avenida Paulista. Em alguns pontos da via foram deixados “passaportes” que ganhavam carimbos se a pessoa chegasse a determinados locais. O cartão depois poderia ser trocado por camisetas. Outra organização, a Bike Anjo, aproveitou a Virada para fazer o que faz de melhor: ensinar a andar de bicicleta adultos e crianças. O objetivo das ações foi fazer com que as pessoas conhecessem mais a cidade, principalmente o centro, sobre duas rodas, deixando o carro em casa.

 

Troca de Brinquedos

Sabe aquele brinquedo que seu filho adorava e, de uma hora para outra, não é mais tão interessante para ele? Em vez de ficar integrado à bagunça da casa ou simplesmente ir para o lixo, que tal se transformar em objeto de troca? Era essa a proposta do Instituto Alana ao promover uma feira de troca de brinquedos na Praça Victor Civita. “É uma forma de colocar em prática a economia solidária e o consumo colaborativo”, dizem os organizadores.

Que tal organizar uma mini-virada sustentável na empresa? Exemplos como esses são fáceis de organizar e repetir. Mão na massa!

Você precisa estar logado para comentar e interagir!
Login ou Cadastre-se