Esta ação já aconteceu
Icon 3f2488ae 1353 4f45 9ef4 b28729b048e7

ADJ Diabetes Brasil promove campanha de prevenção de doenças cardiovasculares na CPTM – Barra Funda pelo Dia Mundial do Coração

Brasil - São Paulo
28/09/18 até 28/09/18
Status
Aberta
Criado em
11/09/2018

As doenças do coração vitimam 17,3 milhões de pessoas ao redor do mundo todos os anos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Somente no Brasil são 300 mil. Aproximadamente 80% das pessoas com diabetes morrem em decorrência de complicações cardiovasculares. O colesterol alterado é um dos fatores de risco para essa complicação.

Para sensibilizar e alertar a sociedade sobre a necessidade de cuidar do coração, a ADJ Diabetes Brasil promoverá uma campanha de prevenção e controle de doenças cardiovasculares, realizando testes gratuitos de colesterol e glicemia, na estação CPTM – Barra Funda, no dia 28 de setembro, das 9h às 16h, pelo Dia Mundial do Coração.

As pessoas atendidas receberão informações e orientações sobre diabetes e as doenças cardiovasculares, sempre com foco na conscientização e empoderamento do paciente a respeito da importância da prevenção, do diagnóstico correto e do tratamento adequado.

Esta ação tem o intuito também de motivar as pessoas a consultarem o médico regularmente e realizar os exames necessários para prevenção e qualidade de vida.

Para a realização destas ações, a ADJ Diabetes Brasil conta com o apoio das empresas Amgen, Boehringer, Medlevensohn, Novartis e Novo Nordisk.

Mais informações podem ser acessadas no www.adj.org.br

Agenda:
Local: Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – Barra Funda
Data: 28 de setembro de 2018
Horário: 9h – 16h
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda – São Paulo, SP
Evento gratuito.

Sobre o diabetes e as doenças do coração:

Existe uma relação muito próxima entre o diabetes e as doenças do coração. O risco de eventos cardiovasculares aumenta de duas a três vezes em quem tem diabetes.²

Múltiplos fatores de risco cardiovascular estão associados ao desenvolvimento do diabetes tipo 2, sendo a dislipidemia uma das mais comuns³. É caracterizada pela presença no sangue de altos níveis de colesterol e/ou triglicérides, que são tipos de gorduras (lipídeos). Mais de 97% dos pacientes com diabetes têm pelo menos uma das gorduras alteradas.4

Existem dois tipos de colesterol:
- HDL – conhecido como bom, tem a função de retirar o colesterol ruim do corpo e levá-lo para o fígado, onde será metabolizado e eliminado.
- LDL – conhecido como ruim, leva ao acúmulo de placas de gordura nas paredes internas das artérias, diminuindo o fluxo de sangue em órgãos importantes, como o coração e o cérebro, aumentando o risco de doenças cardiovasculares.

Muitas pessoas com diabetes tipo 2 já têm complicações cardiovasculares no momento do diagnóstico. As complicações secundárias aumentam o risco de morte e a morbidade. Entre as principais complicações secundárias estão as doenças do sistema cardiocirculatório (cardiovascular, principalmente Infarto Agudo do Miocárdio, Acidente Vascular Cerebral e Insuficiência Cardíaca)¹.

Algumas pessoas, por um problema genético, não conseguem eliminar o excesso de colesterol ruim pelo fígado. Elas têm a chamada Hipercolesterolemia Familiar, apresentando um nível de LDL-C de duas a seis vezes mais alto do que o normal, variando de 190 mg/dL a 1000 mg/dL.

O LDL-C é um fator de risco modificável. Pode e precisa ser controlado.
Outro problema muito importante e que merece destaque é a Insuficiência Cardíaca (IC), que se dá quando o coração não consegue bombear sangue o suficiente para todo o corpo. Na maioria dos casos, acontece porque o músculo cardíaco responsável pela ação de bombeamento enfraquece ou endurece ao longo do tempo. É uma doença debilitante e de potencial risco de morte. Não tem cura, mas pode e deve ser tratada.

Falta de ar, inchaço nas pernas e pés, cansaço grave, tosse, náuseas e ganho de peso pelo acúmulo de líquido são sintomas de que seu coração precisa de uma atenção especial.

Em geral a Insuficiência Cardíaca tem mais de uma causa. Pode acontecer por um ataque cardíaco ou outras doenças que afetam o coração ou situações que danificam o músculo gradativamente como: diabetes, hipertensão arterial, doença cardíaca coronariana, colesterol elevado, consumo de álcool em excesso e uso de drogas.
Dependendo do tempo de doença, 50% a 70% dos pacientes com diabetes podem apresentar Insuficiência Cardíaca. Já a hipertensão arterial, somente resultará no desenvolvimento de Insuficiência Cardíaca quando não é tratada.

¹ (IDF Diabetes Atlas, 7th edn. Brussels: International Diabetes Federation; 2015).
² (WHO. 2011. Global atlas on cardiovascular disease prevention and control. Geneva: World Health Organization in collaboration with the World Heart Federation and the World Stroke Organization).
³ (1. American Diabetes Association. Diabetes Care. 2017;40(Suppl 1):S11-S24; 4. Handelsman Y, et al. EndocrPract. 2015;21(Suppl 1):1-87).
4(2. Long AN, Dagogo-Jack S. J ClinHypertens. 2011;13:244-251. 3. Henry RR. Clin Diabetes. 2001;19:113-120).

Sobre o Dia Mundial do Coração:

É comemorado em 29 de setembro. O coração é um dos órgãos vitais do corpo humano, formado por tecido muscular, sendo o responsável por bombear o sangue por todo o corpo. A data tem como objetivo lembrar a importância desse órgão e dos cuidados que são necessários para ter um coração saudável, conscientizando a população sobre os riscos das doenças do coração, que podem ocorrer em qualquer idade.

Sobre a ADJ Diabetes Brasil:
Fundada em 10 de março de 1980, a ADJ Diabetes Brasil é uma entidade não governamental, sem fins lucrativos, legalmente registrada no Registro Civil de Pessoas Jurídicas. Seu objetivo é promover educação nesse campo para pessoas com diabetes, familiares, profissionais de saúde e comunidade.
Atende gratuitamente as pessoas com todos os tipos de diabetes, de qualquer faixa etária e classe socioeconômica. Oferece um trabalho integrado realizado por uma equipe multidisciplinar.

Você precisa estar logado para comentar e interagir!
Login ou Cadastre-se